fbpx

QUANTEC NA ODONTOLOGIA:

Tem sido utilizado com sucesso auxiliando a obter resultados positivos em diversos tratamentos. O paciente tem identificadas as causas que o levaram a contrair a enfermidade bucal, e as mesmas são tratadas com emanações personalizadas, de modo a proporcionar uma recuperação mais rápida e eliminação do risco de reincidência.

COMO FUNCIONA O TRATAMENTO QUÂNTICO PARA OS DENTES:

Na consulta com o seu dentista, é realizado o diagnóstico exato, o profissional, apura em qual(quais) dente(s) o problema se está a manifestar, esse diagnóstico é transmitido para que o QUANTEC possa trabalhar nas causas que levaram cada uma dessas doenças ou anomalias a manifestarem-se em cada dente. Uma vez tratadas as causas, as consequências são abrandadas e o tratamento odontológico encontrará mais sucesso, onde o mais importante é que, se a origem do problema foi resolvida com o QUANTEC, as hipóteses de reincidência são quase nulas.

ANAMNESE

PARA SOLICITAR O SEU TRATAMENTO, PREENCHA O FORMULÁRIO ABAIXO CONFORME SOLICITADO.
ATENÇÃO: O ENVIO DE FOTOGRAFIA É OBRIGATÓRIO, SEM FOTO, NÃO É POSSÍVEL FAZER UM TRATAMENTO COM O QUANTEC. PODERÁ ENVIAR AS FOTOS VIA EMAIL APÓS PREENCHER A ANAMNESE.

Atenção: Dedique especial atenção a este preenchimento. Não o faça com pressa e nem de forma superficial. Inclua todas as questões relevantes porque podem haver incômodos em você que o QUANTEC não considera desarmonias, mas consequências naturais das contingências da vida, portanto, cite-as. Prefira um momento e ambiente em que esteja tranquilo(a) e sem pressões ao redor. O Tratamento começa efetivamente no preenchimento desta anamnese. As questões aqui informadas, ao serem resgatadas da memória, já começam a abrir o campo para que o tratamento possa atuar de forma plena. Lembre-se de informar para além de seus dados, fatos relevantes que aconteceram no passado e que até o presente momento representam algum incômodo.













    Pulpite infecciosa (cárie), iatrogênica (polido do dente, estímulos químicos), traumática (influência de forças externas), abscesso da pulpa, Hematoma da pulpa, Pólipo Pulpar (pulpite crônica aperta granulomatosa), dente de leite, Gangrena seca ou úmida da pulpa, dentículo aderente, real, falso (espúrio) ou intersticial, Hiperemia, Hipoestesia.Cistos: ceratócisto, odontogênico, cisto gengival, passante, folicular ou calcificante, odontogênico, cisto duto-nasopalatino globulomaxilar, nasolabial/alveolar, não odontogênicos, Cisto Radicular, Periodontal ou residual (inflamação).Osteíte aguda, crônica, osteonecrose, osteorradionecrose, desdentado por osteíte residual, esclerose ou corpo estranho.Epúlide granulomatosa, fibromatosa, gigantocelular, sarcomatóide, gravídica, congênita, fissurada, tecido de granulaçãoCáries superficiais, médias, profundas, crónicas e ressecadasGranuloma apical, eosinofílico, interno pulpálico.Fístula.Descoloração dos dentes.Afrouxamento dos dentes.Fissuras dentais.Posição deslocada de dente.Dente deslocado.Dente impactado.Reabsorção dental.Reabsorção da raiz.Reabsorção óssea.Reabsorção de osso alveolar.Lacuna Dentária.Dente hemi-seccionado ou ou sem inflamação.Defeito do colo do dente, com ou sem forma de cunha.Colo do dente com recessão gengival.Aplasia.Hipolpasia do dente.Hipoplasia do esmalte dentário.Apreciações iatrogênicas: dente preenchido ou insuficientemente preenchido com amalgama, preenchido ou insuficientemente preenchido com ouro fundido, preenchido ou insuficientemente preenchido com metal nobre, preenchido ou insuficientemente preenchido com metal-cerâmica, preenchido ou insuficientemente preenchido com cimento, preenchido ou insuficientemente preenchido composto, preenchido ou insuficientemente preenchido com cerâmica, preenchido ou insuficientemente preenchido com compômero, dente coroado ou insuficientemente coroadocom liga de metal nobre com ou sem revestimento de material sinético, Dente coroado ou insuficientemente coroado com liga de metal não precioso, Dente coroado ou insuficientemente coroado com cerâmica, Dente coroado ou insuficientemente coroado com zicônio, Dente coroado ou insuficientemente coroado composto, Dente coroado ou insuficientemente coroado com metal-cerâmica, Dente com obturação radicular, sendo insuficiente, transbordado, incompleto, focalizado, com resecção extrema na raíz, Dente da ressecção da extremidade da raiz, focalizado ou com osteíte apical, Ancoragem de pino em ouro, titânio, zircônio, cerâmica, fibra de vidro ou composto, Implante de titânio ou zircônio, Ponte com metal nobre ou metal nobre insuficiente, Ponte com metal nobre revestida com material sintético ou com insuficiência de preenchimento, Ponte metal não precioso ou com insuficiência de preenchimento, Ponte de zircônio ou com insuficiência de preenchimento, Ponte material sintético ou com insuficiência de preenchimento, Ponte cerâmica ou com insuficiência de preenchimento.Periodontites crônica, agressiva, apical, esclerosante, associada com pulpopatia, lesões periodontais endodentais combinadas, doenças periodontais necrosantes, Periodontite como manifestação de doenças sistêmicas associada a transtorno de hamatopoiese (neutroperina adquirida, leucemias) ou associada com a variação genética, Peri Implante, Doenças gengivais, gengivite causada por placas, doenças periodontais necrosantes periodontite ulcerativa necrosante, doença gengival modificada por fatores sistêmicos (puberdade, gravidez, menstruação, diabetes mellitus), Doenças gengivais de distúrbios com hemograma (leucemia), Doenças gengivais modificadas por medicamentos (por exemplo fenitoína, ciclosporina A, bloqueadores dos canais de cálcio, contraceptivos orais, drogas), Doenças gengivais modificadas por má nutrição (deficiência de vitamina C), Lesões gengivais não induzidas por plaques (bactérias, vírus, fungos, genéticos), Abscessos do periodonto, abscesso gengival, periodontal, pericoronarítico, variações e condições adquiridas relacionadas com o desenvolvimento, localizadas, fatores relacionados ao dente que modificam as doenças gengivais, periodontites induzidas por placas, ou predisposição para tal (anatomia, restaurações, fratura radicular), variações e condições muco gengivais na vizinhança imediata do dente (recessão, frênulo da língua, pseudo-bolsa), ou no rebordo alveolar desdentado, trauma oclusal primário ou secundário.Sensibilidade a calor ou frio.Dente inclinado, girado.Dente Lascado.Fragmento de Raiz, inflamado ou impactado.Dor de mordedura.Dor de dente imprecisa.Dor de dente aguda.

    Open chat
    Quer mais informações? entre em contato comigo